Vinhedo

(19) 3826-3000
(19) 3876-2435

Status:
Status:

( Digite o código do imóvel desejado, Exemplo: CA0001 )

Louveira

A origem do nome se deve ao seu primeiro povoador GASPAR DE OLIVEIRA, natural da cidade de Lagronã, na Espanha, que batizou o local onde acamparam, com o nome das árvores que no lugar predominava: LOUVEIRA.

Gaspar de Oliveira era casado com Dona Páscoa Costa.

Esta, era filha de João da Costa Lima e de dona Ignês Camacho, sendo esta, filha de Domingos Luiz e de dona Ana Camacho. Ignês Camacho, era bisneta de João Ramalho, também chamado de “O PATRIARCA DOS MAMELUCOS” e Bartyra, a índia, filha do Cacique Tibiriçá, que tempos depois, foi batizada como ISABEL DIAS.

De Gaspar de Oliveira e Páscoa Costa, constam os seguintes filhos: Ignês de Oliveira casada com Custódio Mallio; Maria de Oliveira casada com Manoel Lopes Moura; Ana Maria de Oliveira casada com João do Prado Leme e João de Oliveira Costa casado com Catharina Dhorta Oliveira.

O casal Gaspar de Oliveira e sua esposa instalou-se no POUSO DOS OLIVEIRAS onde os OLIVEIRAS e LEME DO PRADO possuíam terras e onde os Bandeirantes Paulistas possivelmente descansavam pelas matas, nas imediações de Jundiaí.

Coube a Gaspar de Oliveira plantar as primeiras videiras da região, trazidas de sua plantação na cidade de Jaraguá.

No ano de 1639, RAPHAEL DE OLIVEIRA o fundador de Jundiaí, trouxe de São Paulo para Jundiaí, sua filha ANA MARIA RIBEIRO, então com 10 anos de idade, que mais tarde casou-se com o primeiro vereador da cidade: JOÃO LEME DO PRADO..